Enviar a um amigo

Islândia

Estágio Linguístico: Inglês e Jornalismo científico sobre várias temáticas: vulcões, geologia, mas também as famosas fontes de água quente (...) Ver descrição detalhada

Islândia

Estágio Linguístico: Inglês e Jornalismo científico sobre várias temáticas: vulcões, geologia, mas também as famosas fontes de água quente (...) Ver descrição detalhada

Realize projetos científicos incríveis!
Programas de férias que mudam o mundo
Aventuras extraordinárias, projetos reais para o desenvolvimento sustentável

Introdução

Se você hesita entre participar em Férias Científicas ou em Férias Linguísticas, então este é o Campo de Férias para si! 15 dias no coração de uma das ilhas mais fabulosas do mundo em termos de geologia, irá propor um projeto de Jornalismo Científico a ser realizado em Inglês sobre o tema da água, as rochas, a poluição e o futuro do planeta.

A Estada

A Islândia merece uma visita por tudo o que você já sabe que o faz sonhar e querer ir, mas também por outra particularidade… Sabias que lá a tecnologia de hidrogénio já existe nas estações de serviço?! ... o que é raro e único, quando comparado com o Canadá ou a França, a Suíça ou os Estados Unidos, que estão muito atrasados em relação a esta tecnologia!

_

_ Organização da viagem: : É possível viajar acompanhado pelos mais jovens, de todas as cidades mais importantes do mundo (Roma, Genebra, Tóquio, Montreal ...). Para poder utilizar este sistema, por favor, siga as instruções abaixo, ao participar neste estágio/campo de férias, você deve ir para o aeroporto de Reykjavik. Se você chegar do Quebec, recomendamos uma partida do aeroporto de Montreal. Se vive na Europa, recomendamos uma partida de Paris, Genebra ou, melhor ainda, de Londres. Para todas as outras regiões do mundo, o melhor é escolher voos operados por uma empresa americana. Em qualquer caso, agradecemos que contate a equipa do Centro de Férias da Europa que organiza este Campo de Férias de forma a escolher o um bom horário de voo.

_

Organisação no local : A viagem será efetuada por etapas de autocarro (ônibus) com os islandeses ou através de caminhadas diárias no terreno, com um educador ou educadora para 5 participantes. Enquanto o transporte de autocarro coletivo permitirá a deslocação sem esforço de um ponto a ao outro no circuito projetado transportando o equipamento (termômetro - computadores – binóculos – câmeras fotográficas – câmeras de filmar ...), o equipamento pessoal de cada participante (roupas, câmeras ...) e os alimentos (conservas e produtos frescos), e as noites serão passadas em hospedarias equipadas do país, ou acampamentos.

_

Línguas faladas A totalidade das atividades científicas e jornalísticas será em Inglês. O Campo de Férias será composto também por muitas outras atividades lúdicas e de relaxamento, que por sua vez podem ser em Inglês ou Francês. As Reuniões e entrevistas, as discussões com os moradores e profissionais da ilha, os questionários, as conferências dadas pelos jovens no final do seu Campo de Férias aos outros visitantes (turistas alemães, franceses, americanos, japoneses ...), tudo irá ocorrer em Inglês. O Diário de Bordo escrito pelos participantes, disponível na Internet é escrito em francês para parcelas destinadas aos pais, e em Inglês para a integralidade do conjunto científico e jornalistico. Poderá ver aqui um exemplo do Diário de Bordo do Centro de Férias realizado em 2010 em Yellowstone e que foi um grande sucesso!

Pontos chave :

Os autocarros da Islândia são um modo fiável de viajar, por causa dos limites de velocidade, e pela flexibilidade nas paragens nos diferentes acampamentos, eles serão o nosso modo preferido de viagem. A expedição terá lugar no Sul da Islândia. Serão organizados muitos passeios pedestres para realizar a expedição de jornalismo científico.

Quer descobrir o ambiente lunar de Reykjavik (realizando ciclismo, caminhada ...)? ou usar as piscinas geotérmicas (em Reykjavik e Vik)? … cada uma das actividades desportivas ou culturais extras estarão disponíveis para o projeto Jornalismo Científico dos participantes.

Quatro dias de acampamento sucessivos também serão organizados na Reserva de Fjallabak num lugar denominado Landmannalaugar e serão realizadas caminhadas a cada dia, com a duração de cerca de 5-7 horas (todos os níveis).

Um acampamento será também realizado no Parque Nacional de Skaftafell , bem como na pequena cidade de Vik para descobrir belezas geológicas características, tais como os Orgues de basalto , os Trolls e o parto de glaciares.

No regresso da expedição no terreno (acampamento), tu e os teus amigos podem transmitir e divulgar o resultado do vosso trabalho jornalistico em Inglês, através da projeção de vídeo no albergue em Reykjavik, local onde muitas nacionalidades se cruzam!

A tua Missão, caso queiras aceitá-la: conduzir uma investigação e realizar jornalismo científico no terreno, sobre o tema da água, as rochas, a poluição e o futuro do Planeta Terra!

A cada ano, um ou mais temas propostos pelos educadores científicos, de acordo com a atualidade mais “quente”/mais em foco. Por exemplo, «desenvolvimento sustentável com respeito à protecção do solo em alta latitude» ou «Vulcanismo e Pontos quentes; Indústria energética e turismo na conservação da biodiversidade e de energia».

Uma vez chegados lá, serão repartidos por várias equipas de investigadores, e cada um vai escolher um tema de investigação tão atual e em voga quanto possível, tais como o tema das forças geotérmicas. Cada equipe terá 10 dias completos, de entre 15 dias de estadia para completar a sua investigação e fazer a sua comunicação em Inglês, durante uma conferência de imprensa a ser realizada no coração do país visitado. Esta conferência terá lugar perante profissionais, falantes de Inglês, e os visitantes que não são necessariamente Ingleses, pelo que o seu Inglês será mais do que suficiente para todos os participantes. Viva a Internacionalização!

Estas Férias Científicas são parte de um dispositivo criado pela Organização Objectif Sciences International de forma a desenvolver competências dos futuros profissionais que se interessam pelo Jornalismo Científico. Um troféu é dado todos os anos para a melhor reportagem, utilizando critérios linguísticos (o Inglês é utilizado durante as entrevistas usadas no artigo ...) e científicos (relevância do tema, a capacidade do jornalista de fazer perguntas, mesmo em questões onde já estabeleceu o seu próprio ponto de vista e pluridisciplinaridade do artigo, ...).

A abordagem da sua equipa exigirá que coloques perguntas com base em observações de fenómenos naturais observados durante as excursões que farão com que os conceitos teóricos sejam desenvolvidos.
Trarás recordações das tuas descobertas tão pessoais como um diário de bordo que irás armazenar na memória como recordação, e irás encontrar um método passo a passo de retransmissão lógica de todas as informações adquiridas, da forma mais pertinente e dando origem a um artigo, uma revista, uma reportagem em vídeo, rádio ou qualquer outro documento que permita entender a tua reportagem.
Os educadores e educadoras, geólogos, hidrólogos e ou jornalistas científicos irão estar lá para explicar os mecanismos naturais mais marcantes ou acompanhar as equipas de forma equitativa no exercício das suas investigações. A forma de escrever e de difundir as conclusões e as observações será desenvolvida no dia a dia em forma de conversas de grupo e troca de ideias, que também serão realizadas em Inglês.

_

A Islândia :

A Islândia, terra de fogo e gelo, terra de Trolls (ou ogres) e habitada por elfos, esta terra vulcânica tão bonita e frágil é iluminada pela Aurora Boreal de forma continua de junho a julho.
_

Essa ilha promontório da dorsal Médio- Atlântica, que se desvia com uma velocidade média de 2cm/ano, está localizada sobre duas diferentes Placas tectónicas, a Placa Europeia a Este e a Placa Americana a Oeste.

A Islândia representa um quinto do tamanho da França, tem o maior Glaciar da Europa, o Vatnajokull com o tamanho da Córsega.
A existência de cinco tipos de atividade vulcânica e vulcanismo subglacial oferece um cenário único e paisagens únicas que são realmente muito especiais em termos geológicos.

_ Os Parques Naturais estão bem preservados e estão sujeitos a restrições para o turismo de verão de forma a que os solos frágeis desta terra não sejam destruídos.
A exploração de energia geotérmica como energia para aquecimento e a produção de electricidade confere à Islândia uma autonomia energética quase completa. Os protótipos de veículos movidos a hidrogénio já estão a circular nas estradas islandesas.

_
_Uma fauna ornitológica fora do comum coexiste com as ovelhas, as renas, os cavalos islandeses, as raposas polares e as focas. Bandos de papagaios do mar, podem ser vistos sobre as falésias da pequena cidade de Vik.





Fotografias de Sandrine BRIGAULT

_
_

Conceitos aprendidos no programa

Energias Renováveis - Sensores - Composição Química - Conservação de Energia - Cristais - Ciclo da Água - Dinâmica dos Fluídos - Fractais - Industrialização - Luz - Magmatologia - Magnetismo - Rios - Termodinâmica - Volcanologia

O Material Utilizado

Cartas Geológicas - Software de cálculo científico - Magnetómetro - Martelo de Geólogo - Material de Laboratório - Computadores - Ferramentas de Medição - Fotografia Digital - Espetofotómetro - Telescópios Óticos - Vídeo Digital - Retroprojetor

Testemunhos

Perguntas Frequentes


Fazer uma pergunta

A voir aussi



Nossos parceiros

Ver também